Copa da França 2019

17/02/2017 às 10:28 | Assessoria CBF

Árbitra assistente: Neuza Back, Santa Catarina

São 11 anos dedicados à arbitragem. Tempo suficiente para credenciar Neuza Back para integrar o quadro de árbitros assistentes da próxima Copa do Mundo de Futebol Feminino, em 2019, na França. Pré-selecionada pela FIFA para a competição, a catarinense de 32 anos está em treinamento intensivo – com auxílio da Comissão de Arbitragem da CBF – para realizar o sonho de ver seu nome na lista final da entidade máxima do futebol para o Mundial.

Um dos sonhos de Neuza foi realizado em agosto do ano passado. Destaque na arbitragem do Brasil, ela foi a única mulher da seleção de arbitragem do país convocada para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Já no radar da FIFA, a assistente participou de duas partidas de futebol feminino (Estados Unidos x França e Canadá x França) e foi avaliada para 2019.

– Em 2016, participei dos Jogos Olímpicos e pude trabalhar em dois jogos. Dois jogos tecnicamente muito difíceis. Então a FIFA já tem uma avaliação do meu trabalho. Essa experiência é muito positiva para mim, porque foram jogos tecnicamente muito bons, de nível técnico muito alto. E isso requer também, por parte da arbitragem, uma preparação na mesma altura – destacou a catarinense.

Neuza iniciou no futebol amador em 2008. Destaque no curso de arbitragem da Federação Catarinense de Futebol, a assistente passou a trabalhar no Campeonato Catarinense e, na sequência, ingressou no quadro de arbitragem da CBF. Desde 2009 trabalha na Série A do Campeonato Brasileiro masculino. E, em 2014, se tornou árbitra assistente FIFA.

Conheça as outras duas brasileiras pré-selecionadas para atuar na Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019, na França:

- Edina Alves Batista (árbitra central)

- Tatiane Sacilotti (assistente) 

Leia mais

Nossos patrocinadores