Na Federação Pernambucana

06/05/2017 às 19:37 | Assessoria CBF

Árbitro de vídeo: coletiva da CBF em Recife

Neste sábado, a CBF e a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) realizaram uma entrevista coletiva para falar com a imprensa sobre a primeira partida com o uso do árbitro de vídeo (AV) na história do futebol brasileiro. Jornalistas de TVs, rádios, jornais e sites estiveram na sede da FPF, em Recife, para tirar dúvidas e ajudar a levar mais informações aos torcedores de todo o país.

O presidente da FPF, Evandro Carvalho, abriu o evento, ressaltou o orgulho por fazer parte do projeto histórico e apresentou o troféu do Campeonato Pernambucano 2017, que será disputado por Sport e Salgueiro. A partida de ida dessa final, neste domingo (7), ficará marcada pelo ineditismo. Será o primeiro jogo oficial a contar com o recurso do árbitro de vídeo no Brasil. A bola vai rolar às 16h (Horário de Brasília), na Ilha do Retiro.

Especialistas respondem às perguntas

Na sequência da coletiva, o chefe do Departamento de Arbitragem da CBF e coordenador do projeto do árbitro de vídeo no Brasil, Sérgio Corrêa; e o instrutor e autor do primeiro projeto para uso do árbitro de vídeo, Manoel Serapião, forneceram detalhes quanto ao protocolo aprovado pelo International Football Association Board (IFAB), órgão máximo da arbitragem no futebol mundial.

O projeto do árbitro de vídeo é brasileiro e foi criado por Serapião, com o apoio da Comissão de Arbitragem da CBF e da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol (ENAF). O AV não atua em todas as dúvidas que possam surgir em campo. As informações são passadas ao árbitro principal em quatro situações:

- Foi gol / Não foi gol
- Foi pênalti / Não foi pênalti
- Cartão vermelho direto indevido
- Identificação errada do jogador punido

CONFIRA O VÍDEO DA COLETIVA DE IMPRENSA:

Leia mais

Nossos patrocinadores