Apoio tecnológico ao árbitro principal

07/05/2017 às 12:27 | Assessoria CBF

Péricles Bassols será o primeiro árbitro de vídeo

Está definida a equipe que vai trabalhar em Sport x Salgueiro, neste domingo (7), a primeira partida com uso da tecnologia para checagem de lances capitais da história do futebol brasileiro. Péricles Bassols (CBF/PE) será o primeiro árbitro de vídeo (AV) a atuar em um jogo oficial no país. Na unidade móvel do AV, que ficará sob as arquibancadas da Ilha do Retiro e contará com as imagens de sete câmeras, ele terá a supervisão de Manoel Serapião, instrutor e autor do projeto, que teve o apoio da Comissão de Arbitragem da CBF.

Também ficarão dentro da estrutura de tecnologia para acompanhar os detalhes o presidente do Comitê de Arbitragem da Conmebol, Wilson Seneme; o chefe do Departamento de Arbitragem da CBF e coordenador do projeto do árbitro de vídeo no Brasil, Sérgio Corrêa; e o chefe do Setor de Futebol do International Football Association Board (IFAB), o alemão Dirk Schlemmer, que chegou a Recife na noite deste sábado (6).

Experiência internacional

Péricles Bassols Pegado Cortez é carioca, tem 41 anos, e larga experiência como árbitro de futebol. Integrante do quadro da CBF pela Federação Pernambucana de Futebol, ele foi árbitro FIFA e apitou em Eliminatórias da Copa do Mundo, Copa Libertadores da América, Copa Sul-Americana, Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e campeonatos estaduais, incluindo finais no Rio de Janeiro, Bahia, Alagoas e Ceará. Péricles acompanha o projeto do árbitro de vídeo há um ano.

José Woshington da Silva é o arbitro principal

A definição do quarteto de árbitros de campo para Sport x Salgueiro saiu por sorteio, como determina o regulamento do Campeonato Pernambucano 2017. Todos são naturais do estado e fazem parte do quadro de árbitros da CBF/FPF: José Woshington da Silva, 29 anos, de Carpina (PE), será o árbitro principal; Marlon Rafael Gomes de Oliveira, 30 anos, de Paulista (PE), o assistente 1; Fabrício Leite Sales, 30 anos, de Camaragibe (PE), o assistente 2; e Gleydson Ferreira Leite, 40 anos, de Jaboatão dos Guararapes (PE), o assistente de revisão. Também está escalado Clóvis Amaral da Silva, 36 anos, de Recife, como assistente reserva.

Projeto brasileiro

O projeto do árbitro de vídeo é brasileiro e foi criado por Serapião, com o suporte institucional da Comissão de Arbitragem da CBF e da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol (ENAF). O AV não atua em todas as dúvidas que possam surgir em campo. As informações são passadas ao árbitro principal em quatro situações:

- Foi gol / Não foi gol
- Foi pênalti / Não foi pênalti
- Cartão vermelho direto indevido
- Identificação errada do jogador punido

Leia mais

Nossos patrocinadores