A meta do Ceará

11/08/2017 às 11:36 | Assessoria CBF

Chamusca projeta returno e acesso inédito da B

Créditos: Bruno Aragão/Ceará

Com a arrancada de três vitórias consecutivas na Série B, o torcedor do Ceará terminou o primeiro turno com as esperanças renovadas pelo retorno à Serie A, competição que não disputa desde 2011. Uma das apostas do Vozão para atingir o principal objetivo da temporada é o histórico recente de acessos conquistados pelo técnico Marcelo Chamusca. Após obter sucesso à frente de Salgueiro (2013) e Guarani (2016), o comandante tenta repetir o feito com o Alvinegro e completar os três acessos possíveis em Brasileiros.

Em 2013, Marcelo Chamusca comemorou o primeiro acesso em Campeonatos Brasileiros. Pela Série D, o técnico levou o Salgueiro para a Série C. Nos dois anos seguintes, à frente do Fortaleza, o treinador bateu na trave e, por pouco, não subiu com o Tricolor. Em 2016, o acesso para a Série B, enfim, veio com o vice-campeonato conquistado pelo Guarani/SP.

– A marca pessoal vai ser interessante em termos de história, de currículo, mas não é o ponto principal. O que me mobiliza é a importância do feito: conquistar o acesso em um clube com a grandeza do Ceará. Sei da importância desse feito para a torcida, clube, diretoria e todos que fazem parte do Ceará. Muitos dos jogadores são jovens e buscam crescimento, visibilidade... Vai ser importante demais para todos nós aqui. Isso que está me mobilizando nesse momento – revelou Marcelo Chamusca, que ainda relembrou e destacou a experiência conquistadas nos outros dois acessos na carreira.

– Cada divisão tem seu nível de investimento, suas dificuldades, seu regulamento, mas você aproveita alguns aspectos. A gente procura analisar sempre e ter muita atenção em relação a atmosfera do campo, adversário... Mas em todas as competições, é possível tirar algumas experiências interessantes para os trabalhos futuros – analisou o treinador.

Com 19 pontos conquistados dos últimos 30 disputados, o Ceará embalou nas últimas rodadas e terminou o turno da Série B dentro do G-4. Na quarta colocação, o Vozão acumula 31 pontos e já projeta o returno, que começará com um confronto direto pela frente. Em Fortaleza, o Alvinegro recebe o CRB no próximo sábado (12).

– O jogo contra o CRB é uma demonstração de equilíbrio. Um confronto direto. Duas equipes que brigam pelo mesmo objetivo. Equipe também qualificada, que tem a sua motivação. A gente espera um jogo muito difícil, mas a gente tem crescido muito nos jogos em casa e a mobilização também é muito grande. Vai ter uma boa presença de público.Estamos trabalhando para fazer um jogo forte e conquistar essa vitória, que será muito importante para a sequência da competição – afirmou Marcelo Chamusca, que projetou o segundo turno e destacou a importância do apoio do torcedor.

– O apoio do torcedor vai ser fundamental para nós nesse segundo turno. A competição vai ficar mais difícil, os jogos vão ser mais duros, mais complicados... Todo mundo conhecendo todo mundo. Começa a se definir quem vai brigar por qual posição. Manter essa sinergia entre torcida e time no Castelão vai ser fundamental para o crescimento nosso na competição nesse momento tão importante – concluiu.

Outros técnicos da atual edição da Série B que têm a chance de completar o "hat-trick" de acessos em Brasileiros são: Cláudio Tencati e Rogério Zimmermann. Os dois comandantes emendaram a arrancada da Série D para a B em 2014 e 2015 com Londrina/PR e Brasil de Pelotas/RS, respectivamente.

Leia mais

Nossos patrocinadores